FESTIVAL IMAGINAMUNDOS RETOMA ATIVIDADES PRESENCIAIS DE ESCOLAS NO NUPEM

  • Post author:
You are currently viewing FESTIVAL IMAGINAMUNDOS RETOMA ATIVIDADES PRESENCIAIS DE ESCOLAS NO NUPEM

O Festival do Conhecimento Imaginamundos transformou o Nupem, nos dias 20 e 21 de setembro, num “parque de diversões científico”. Com atividades lúdicas e adaptadas para cada faixa etária, dez escolas municipais, de diversos bairros de Macaé, proporcionaram a 328 alunos duas manhãs inesquecíveis. Mas o evento também trouxe discussões necessárias, como a mesa redonda, intitulada “Ciência em Rede Pró-conservação e Manejo da Bacia Hidrográfica do Rio Macaé” e composta por especialista em diversas áreas de conhecimento.

Os monitores, alunos da Disciplina de Graduação Práticas de Ensino, foram unânimes em definir a atividade como enriquecedora. Para Jorge Gabriel Fernandes Genovez foi “uma experiência boa, quando foi possível captar a percepção de crianças com relação à noção que eles têm do rio Macaé, quem mora perto, quem mora longe….” Gabriela Cordeiro de Araújo considerou o evento uma preparação para o mercado de trabalho, porque “faço último período de Licenciatura e lidei com crianças desde o Maternal até adolescentes do 2º segmento do Ensino Fundamental. Tudo era novidades para eles”. Maria Eduarda de Castro Cosendey Alves citou a necessidade de versatilidade dos docentes: “Falando sobre Comunidade Bentônica – animais que vivem no fundo de ambientes aquáticos – tivemos que mudar nossa linguagem, mesmo com alunos do 4º para o 5° ano”. Luiza Maria de Sousa Meneses avaliou que “foi incrível participar da comissão organizadora do Festival Conexões Mundos. Renova nossas esperanças receber tantos estudantes em um espaço de ensino encantado como o NUPEM, principalmente após esse período conturbado da humanidade”. 

Ocupando todos os espaços do Instituto, os alunos foram acompanhados por monitores, com atenção diferenciada para os portadores de necessidades especiais

As múltiplas atividades agradaram desde os pequeninos da Educação Infantil, aos adolescentes do 2º segmento do Ensino Fundamental. Quando perguntados sobre já terem ido a algum ambiente de ciência, resposta frequente era “aqui! ”. Vários trouxeram lembranças bem antigas, já que em 2020 e 2021 as instalações permaneceram fechadas ao público externo, por causa do isolamento social. Cumprindo seu papel extencionista, ou seja, voltado para a comunidade externa, o Nupem permanece marcante para muitos.

Sorrisos e disposição para participar de todas as atividades mostram sucesso do Festival Imaginamundos

Já a mesa redonda contou com a participação dos professores, Mônica Marçal, do Instituto de Geografia da UFRJ, Jader Lugon, do IFFluminenses, Campus Macaé e Francisco Esteves, Maurício Molisani e Rafael Costa, do Nupem. Para este último, idealizador e um dos organizadores do evento, responsável pela disciplina Prática de Ensino, “o Festival Conexões Mundos marcou a história da instituição por ser a primeira vez que recebeu crianças de escolas após o longo período de isolamento por conta da pandemia do Covid-19. A energia de ver as escolas entrando no Nupem foi contagiante, tenho certeza que agregou muito na formação dos nossos estudantes e, principalmente, na vida dos estudantes das escolas”.

Professores Mônica Marçal, Jader Lugon, Francisco Esteves, Maurício Molisani e Rafael Costa

Em relação à mesa redonda “Ciência em Rede Pró Conservação e Manejo da Bacia Hidrográfica do Rio Macaé”, o prof Rafael considerou que os objetivos foram alcançados, pois foram iniciados o mapeamento das principais iniciativas locais que assegurem a disponibilidade hídrica e ainda a gestão sustentável da água. Além disso, possibilitou o início da articulação para implementação de uma rede científica local visando a proteção das nascentes e bacias.

Para conhecer as escolas, professores e turmas participantes, clique aqui.